Saudade: palavra única para um sentimento universal

Quem fala português gaba-se que a palavra saudade é única. É intraduzível, só nossa; nós nos convencemos. É quase como se tomássemos propriedade do sentimento saudade, o espírito por trás da palavra plenamente compreendido por nós, falantes da maravilhosa língua portuguesa. A teoria de que saudade é única popularizou-se quando a empresa britânica Today Translations promoveu uma listagem das palavras mais difíceis de traduzir adequadamente, com as opiniões de mil tradutores profissionais, onde saudade ficou o sétimo lugar.

 

Talvez a palavra em si seja difícil de ser traduzida, mas o sentimento que deu origem à palavra, não. Saudade existe em qualquer idioma, porque toda pessoa, independentemente de origem, cor ou religião, sente saudade de algo ou de alguém.

 

Ninguém vive só no presente e ninguém é tão insensível, incapaz de deixar a saudade se embrenhar no coração.

 

Definir o que saudade significa não é sempre fácil, mas no geral é simplesmente um sentimento de falta, nostalgia até, uma melancolia com boas lembranças de uma pessoa, coisa, lugar ou situação. A palavra vem do latim "solitatem" (solidão), passando pelo galego-português "soidade", que deu origem às formas arcaicas "soidade" e "soudade", que sob influência de "saúde" e "saudar" deram origem à palavra atual.

 

Em diversos idiomas o sentimento de saudade nem sempre será definido numa só palavra, como é o caso do português. No inglês, por exemplo, fala-se que sente falta: I miss you. Também utiliza-se a expressão  homesickness para dizer que estamos com saudade de casa, de nosso país ou de algum lugar. Existe também a expressão long for something, que pode ser traduzida para algo que ansiamos.

 

No alemão não poderia ser diferente. Saudade nesse complexo idioma pode ser traduzido como Senhsucht, que é oficialmente definido como "inniges, schmerzliches Verlangen nach jemandem, etwas [Entbehrtem, Fernem]" (desejo profundo e doloroso por alguém ou algo ausente ou distante). E isso não é saudade, pelo amor de Deus?

 

Mas existe uma pequena diferença: Sehnsucht também também podem se referir a coisas futuras, desejos e ânsias, enquanto a nossa palavra saudade tem um caráter mais ligado ao passado.

 

Mas não é só Sehnsucht que expressa esse sentimento tão complexo. Heimweh é ter saudade de casa. Fernweh é uma espécie de saudade de um lugar onde a pessoa nunca esteve (sim, ela existe!) Quando queremos dizer que alguém nos faz falta, basta dizer ich vermisse dich (parecido com o inglês I miss you) ou Du fehlst mir (você me faz falta).

 

Em praticamente todos os idiomas existirá uma forma de expressar saudade; a diferença talvez seja no ritmo poético da palavra sau-da-de, e dos tantos significados que ela comporta em tão poucas letras. Vinda do país de Camões, não poderia ser diferente. E nisso sim, a nossa saudade é única!

 


Gostou do artigo? Siga a Baiana da Baviera


Receba novidades por email. Inscreva-se: