Primavera na Alemanha é tempo de...

Depois da hibernação de inverno, que chega a durar longos seis meses, os alemães (e expatriados) se regozijam com a chegada do sol. Os dias alongam-se, as flores desabrocham, o frio se vai (mas às vezes ainda teima em voltar). Como mágica, as pessoas sorriem mais e florescem junto com a primavera. Nesse Frühlingsgefühle – ou “sentimentos primaveris” – muitos querem aproveitar o raro sol, tomar sorvete, sair de casa. Enfim, viver!

 

Mas ainda nessa época São Pedro permanece confuso e cada dia é uma surpresa climática. É comum num dia fazer 20 graus e no seguinte o termômetro registrar cinco graus. Assim é a primavera; uma época de transição entre frio e quente, renascimento, cores e um tanto de confusão climática. Assim é a primavera, tempo de...

 

... começar os trabalhos em jardins e varandas

Sabe quando você quer um pedaço de primavera na sua casa? É nesse tempo que as pessoas começam a arrumar e cuidar de suas varandas e jardins. Alguns até alugam um pedacinho de terra para cultivar verduras e flores, é claro. Os Schrebergarten são pequenos lotes destinados para jardinagem e lazer, e muitos alemães dedicam seu tempo e energia para fazê-los florescer.

 

Trabalhando na nossa varanda. Hora de arrumar o nosso cantinho para aproveitar o sol.

Um exemplo de hortas em um Schrebergarten, ou jardins urbanos, que podemos sempre achar no meio da cidade. Foto: femtastics.de

A partir de março e abril os mercados de materiais de construção – onde também vendem-se produtos de jardinagem, mudas e plantas – estão cheios de gente disposta a gastar uma graninha para enfeitar seu pequeno espaço verde. E todos entram no esquema, de crianças até idosos, mulheres e homens, todos dispostos a ter um lugar agradável para tomar um solzinho e, quem sabe, fazer aquele churrasco!

 

... abrir a temporada de churrascos

E apesar do tempo ainda estar instável, os alemães logo começam a temporada de churrasco. Assim que o sol dá as caras, o fumacê das churrasqueiras dá o ar de sua graça geralmente com carnes marinadas, queijos, batatinhas, saladas e, obviamente, as salsichas. Alemão que é alemão faz churrasco em qualquer lugar, não só na sua varanda ou jardim. Para isso, é só adquirir uma churrasqueira portátil e voilà: à beira do rio e em parques o churrasquinho vira piquenique.

 

Num churrasco não pode faltar salsicha! Foto: Wir lieben Wurst

... dar passagem à alergia do pólen

Basta o frio se despedir para nuvens de pólen surgirem no ar. Em situações extremas, o pólen é tanto que se acumula em qualquer superfície. Muitas pessoas acabam não aguentando essa overdose de pólen (como eu) e desenvolvem algumas alergias, cujos sintomas podem variar de coriza e coceira no nariz, olhos e garganta, até tosse extrema. Para quem estava louco para o inverno acabar, a alergia causadas pelo pólen é praticamente uma punhalada pelas costas (ê drama!). Para vocês verem que nem tudo são flores na primavera. 

 

Pólen acumulado num carro. Foto: Wochenkurier

Alergias a pólen são bem comuns por aqui. Foto: stern.de

... ficar em filas quilométricas para tomar sorvete

Sol = sorvete. É ou não é? Apesar dos alemães não deixarem de tomar sorvete durante as estações mais frias, quando chega a primavera o consumo de sorvete cresce muito! Filas quilométricas se alongam para comprar uma bola de sorvete – mas vale a pena!

 

Fila longa para uma bola de sorvete. Em Thalkirchen no começo de abril desse ano, Munique.

A recompensa...!

... comer aspargos

Cada estação na Alemanha tem o seu highlight culinário; na primavera, são os aspargos.

 

Os alemães amam principalmente os aspargos brancos. Muitos eventos são realizados para abrir a estação de aspargos, como em Munique, e existe até a coroação de uma uma "Rainha dos Aspargos" (não estou brincando). A obsessão é tanta que pode-se comer um menu inteiro só com aspargos – da entrada até a sobremesa. Ao contrário de seus primos verdes, os aspargos brancos só brotam entre abril e junho. O prato clássico é aspargos com batatas cozinhas e presunto, com uma boa dose de molho hollandaise. O prato é delicioso mesmo!

 

Sim, existe a "Rainha do Aspargo" (Spargelkönigin)! (Foto: Schrobenhausener Spargel)

Fila para comprar aspargos fresquinhos no centro de Munique.

No supermercado eles estão em toda parte.

... andar de bicicleta

Bicicleta é um transporte fundamental – e fantástico – na Alemanha. Não só faz bem para saúde, mas é também uma forma de desbravar novos lugares e estar mais perto da natureza. Os alemães cheio de planejamento logo colocam suas bikes para fazer manutenção nas diversas lojas especializadas no transporte de duas rodas. Aproveite para checar a condição de sua bicicleta e saía pedalando por aí. Só assim para gastar as calorias dos sorvetes e churrascos!

 

Pedalar é parte da cultura alemã. Foto: Sueddeustche Zeitung.

... ver uma explosão de cores

É claro, na primavera as flores brotam por todos os cantos, ora em jardins mais sofisticados, ora em campos de margaridas e dentes de leão. Então lá vêm elas em toda a sua majestade, e nos emprestam cor para nossas vidas. E mesmo com o pólen se alastrando e nos causando um tantinho de desconforto, não é um alívio para os olhos - e a alma! - de ver tanta cor ao nosso redor? 

Flores, flores, e mais flores! Como não se apaixonar por essa linda estação?

... tomar o primeiro sol de verdade do ano

Pode ser à beira do rio ou no Biergarten, na sua varanda ou jardim, numa lagoa ou nas montanhas, e até nas praias do mar do Norte ou Báltico. Não importa. O que de fato importa é estocar uma boa dose de vitamina D, de viajar durantes os feriados (que são muitos em maio, principalmente na Baviera!), tomar um belo sorvete, sentir o vento no rosto ao andar de bicicleta... mesmo com um solzinho às vezes meio mixuruca, a primavera é renascimento e recomeço, e os alemães bem sabem disso! Por aqui sabemos como tempo bom é raro, portanto é hora de aproveitar cada minutinho do sol.

 

Hora de sair de casa para aproveitar cada raio de sol.

Uma primavera de muitas cores e luz para vocês!


Gostou do artigo? Siga a Baiana da Baviera!