Obra

Quantas vezes numa viagem nos permitimos ver a vida com outros olhos?

 

Em Ventos Nômades você encontrará dez contos que cruzam continentes, exploram o choque de culturas e novos horizontes além das fronteiras tupiniquins.

 

Você largará tudo em busca do sentido da vida com Guilherme até chegar ao mais antigo templo do sudeste asiático. Com uma americana à beira da morte, receberá um sopro de vida na ilha grega de Creta. E se embrenhará junto com dois amigos nos segredos judaicos de Praga.

 

Ventos Nômades é um convite a viajar pelo mundo!

 

Saiba mais!



Blog

Últimos artigos

Primavera na Alemanha é tempo de...

Depois da hibernação de inverno, que chega a durar longos seis meses, os alemães (e expatriados) se regozijam com a chegada do sol. Os dias alongam-se, as flores desabrocham, o frio se vai (mas às vezes ainda teima em voltar). Como mágica, as pessoas sorriem mais e florescem junto com a primavera. Nesse Frühlingsgefühle – ou “sentimentos primaveris” – muitos querem aproveitar o raro sol, tomar sorvete, sair de casa. Enfim, viver!

 

Mas ainda nessa época São Pedro permanece confuso e cada dia é uma surpresa climática. É comum num dia fazer 20 graus e no seguinte o termômetro registrar cinco graus. Assim é a primavera; uma época de transição entre frio e quente, renascimento, cores e um tanto de confusão climática. Assim é a primavera, tempo de...

 

Read More

Um sopro de esperança em Berlim

Existem certos lugares no mundo que te fazem pensar, ponderar sobre a vida. Um desses lugares certamente é Berlim, capital alemã e um dos palcos mais relevantes da História no século XX. É o Portão de Brandemburgo, o Reichstag (parlamento), o Checkpoint Charlie (uma das fronteiras entre da Berlim Ocidental e Oriental) e, é claro, o infame Muro de Berlim. Quilômetros e quilômetros de concreto que separaram ideologias, estilos de vida, famílias, amigos, um povo. Repressão da liberdade.

 

Tudo fora separado, como joio do trigo. Os desesperados que procuravam fugir da repressão eram recebidos com balas. Quem guardava o muro tinha permissão de matar quem quer que fosse; crianças, inclusive.

 

Read More

10+ palavras alemãs mundialmente conhecidas

A língua alemã tem a reputação de ser complicada, durona e nem um pouco suave ou romântica. Talvez essa reputação tenha vindo com o estereótipo do alemão mostrado na indústria do entretenimento (como os filmes nos quais os alemães são sempre nazistas gritando ¨Heil Hitler!¨). Apesar de muitos termos alemães conhecidos mundialmente tenham realmente a ver com guerra e conflito, o lado mais lírico do alemão também se fez presente com expressões no âmbito sentimental.

 

O que muitos de nós não sabem é que até algumas palavras que usamos no nosso cotidiano derivam do alemão (não são muitas, mas ainda assim). Algumas emprestam a sonoridade forte dessa língua em expressões usadas em diversas línguas, como Biergarten.

 

Read More

Porque ensinar meninos a serem sensíveis é tão importante quanto empoderar meninas

A cada ano que se passa nós nos conscientizamos de como é importante empoderar meninas em benefício da igualdade de gêneros. Meninas jogando futebol não é mais tabu, brincar de carrinhos é quase normal (quando não é até motivo de orgulho). Apesar de ainda serem pressionadas a serem vaidosas (como se vaidade fosse sinônimo de feminilidade) ou a usarem rosa como em piloto automático, aos poucos pais e mães educam suas filhas para um mundo no qual elas podem ser profissionais bem-sucedidas, mães sem culpa e esposas em casamentos mais igualitários.

 

Mas essa é só metade da história. Sim, porque empoderar meninas para um mundo que permanece machista é como jogar um bumerangue no ar, deixar este explorar o vento e um tanto do mundo, até dar meia volta para o mesmo lugar.

Read More

Aprendizados de uma imigrante

Para muitos, sair do Brasil é um sonho. A Europa, os Estados Unidos, enfim, o mundo desenvolvido, parecem a terra prometida que brasileiros frustrados procuram. Os familiares, amigos e conhecidos colocam enxurradas de fotos nas redes sociais de uma vida privilegiada, recheada de sorrisos, lugares fascinantes, diversão. Tudo parece fluir sem dificuldade.

 

Como já dito em vários artigos, viver no exterior não é um mar de rosas, por isso não vou bater na mesma tecla. Mas a experiência de viver fora de seu país de origem traz algumas mudanças em sua vida, na sua forma de ver o mundo, até nas suas crenças mais profundas. De uma certa forma, parece que viver no exterior acelera certos aprendizados de vida. Isso não quer dizer que viver fora do Brasil seja melhor. É apenas a singela questão de que, fora do seu mundinho, você é pressionada a ver coisas novas, a repensar hábitos arraigados, reciclar modos de ver o mundo. 

 

Read More